quarta-feira, outubro 31, 2012

Soul África - “Especial James Brown”...



Nesta 10º edição da “Soul África a festa”  terá um grande peso histórico, cultural e de resistência, além da referência racial levada por meio da música que se espalha pelo mundo para simbolizar o dia 09 de novembro vamos contar com um grande símbolo histórico da Música Negra para ser homenageado.

Abrindo passagem para o Pai da Soul Funk James Joseph Brown Jr. ou mais conhecido mundialmente como James Brown americano nascido em Barnwell, Carolina do Sul - Estados Unidos.

Sabendo que o Hip Hop e a Black Music deve muito a esta riqueza que Brown nos deixou, nada mais justo do que termos em um único espaço gerações que representem estes grooves e riquezas musicais como DJs Pow (Império ZO), King Nino Brown (Zulu Nation Brasil) e Erry-g, homenageando em seus Toca Discos com diversos sons de James Brown e várias grooves originais da Soul/Funky, R&B, Hip Hop, entre outros.

Para abrilhantar e engrossar ainda mais este caldo a Soul África contará com nomes que irão tornar esta festa inesquecível, como o Max BO e Nelson Triunfo apresentando o seu pocket show, comandando o microfone o Mc Raphão Alaafin entre outros convidados, junte-se a nós nesta noite no Centro Cultural Rio Verde, confira a programação:


Shows
_Max BO (Manos e Minas)
_Nelson Triunfo (Funk & Cia)

DJs
_Pow (Império Zo)
_King Nino Brown (Zulu Nation Brasil)
_Erry-G

MC
_Raphão Alaafin

Espaço Street
 Art
_Live Paint: BONGA MAC
_Exposição

Exibição de Vídeos e Imagens

Parceiros:
Centro Cultural Rio Verde, Crespo Sim, Site Zona Suburbana, Rádio Tambor, Street Art Brazil,
O Menelick 2º Ato, Caia

Realização:
Guerreiros Produções



Serviço
Data: 09 de Novembro de 2012
Dia: Sexta-Feira
Horário: Abertura da casa as 22h às 4:30h
Entrada: Homem e Mulher (R$ 10,00 até as 0:00hs / R$ 15,00 após as 0:00hs) 
Local: Centro Cultural Rio Verde
End.: Rua Belmiro Braga, 181 – Vila Madalena – São Paulo – SP
Informações: 55 11 7763-4762 - ID 126*12985 




-- 
GUERREIROS PRODUÇÕES
Eventos, Produções e Projetos
Tels.: 55 11 3426-9687 / 97763-4762 / ID: 126*12985



5ª Mostra Cultural da Cooperifa leva Emicida, Elisa Lucinda, KL Jay e Mia Couto às periferias de São Paulo; o evento é inteiramente grátis



A partir do próximo sábado, 3 de novembro, o sarau da Cooperifa realiza em São Paulo sua 5ª Mostra Cultural, o maior evento cultural das periferias do Brasil. Idealizada e produzida pelo poeta Sérgio Vaz, este ano a mostra conta com a participação dos já renomados músicos Emicida e KL Jay (Racionais MC’s), além dos escritores Mia Couto e Elisa Lucinda. Também se apresentam artistas da comunidade como o grupo de rap Versão Popular e a banda de samba Originais do Gueto.

Durante 9 dias consecutivos, até 11 de novembro, a população paulistana periférica  terá acesso grátis às mais variadas manifestações artísticas, que englobam não somente a música e a literatura, mas também o cinema, artes plásticas, teatro e dança. A programação inclui 10 atrações musicais, 4 debates literários, 2 saraus de poesia, 2 peças de teatro, 2 espetáculos de dança, 2 exposições de artes plásticas e a exibição de diversos filmes e documentários, entre eles “5x favela” e “Marighella”.

Sediada em escolas públicas, CEUs e alguns SESCs da zona sul de São Paulo, a Mostra tem uma programação especial  para as crianças a fim de incentivar a arte e a literatura desde cedo. Produzido por Emerson Acalde, o espetáculo “O Boneco Marcinho” irá ser apresentado aos pequenos nos dias 6 e 8 de novembro. Já no sábado (10), as crianças e adolescentes das comunidades mais carentes de São Paulo serão presenteadas com o melhor da literatura infanto-juvenil. A distribuição de livros e alimentos acontecerá em meio a diversas atividades de recreação na Escola Mauro Faccio Gonçalves Zacarias a partir das 10h.

A mostra será inaugurada no Sesc Santo Amaro em 3 de novembro, às 20h, com uma breve apresentação dos 11 anos de história do sarau da Cooperifa. Logo em seguida a cantora de black music Thulla Melo sobe ao palco para dar início às atividades culturais.

Para os debates estão escalados nomes de peso como Elisa Lucinda, Mia Couto, Marcelino Freire, Mauro Neri e a filósofa Maria Vilani Gomes, agitadora cultural do bairro do Grajaú e mãe do cantor Criolo. As apresentações de dança serão encabeçadas pelos grupos de balé Capão Cidadão e AfroKoteban. As exposições ficam a cargo de Jair Guilherme, com “Papillons en fleur”, e “Metal Morfose”  do poeta Casulo, que dá vida a peças de automóveis descartadas.


Sérgio Vaz fundou o sarau da Cooperifa em outubro de 2001 com a intenção de que poetas periféricos fizessem a “gentileza de recitar poesias para a comunidade” e essa, por sua vez, fizesse a gentileza de ouvi-las. Desde então, o sarau cresceu e evoluiu ganhando notoriedade internacional, sediando também de maneira ocasional peças de teatro, apresentações de dança e música, jamais sem ofuscar a dona da noite, a poesia. Diversos artistas das periferias de todo o Brasil foram capazes de publicar seus livros e álbuns graças ao apoio da Cooperifa, entre eles o grupo Versão Popular e o rapper Jairo Periafricania.

O sarau acontece todas as quartas-feiras às 21h no Bar do Zé Batidão, no Jardim Guarujá, na zona sul de São Paulo. Entre as noites mais populares estão o “Ajoelhaço” (na qual os homens pedem perdão às mulheres), “Poesia no Ar” (quando cada poeta amarra sua poesia a uma bexiga de gás hélio e a solta no céu paulistano) e “Chuva de Livros” (na qual diversos livros novos são distribuídos gratuitamente à comunidade).

COLETIVA DE IMPRENSA

31 de outubro às 17h no Bar do Zé Batidão (Rua Bartolomeu dos Santos, 797 – Jardim São Luís. Tel.: 11 5891–7403)


Confira a programação:

Abertura 03/11 - SÁBADO – às 20h
Sesc Santo Amaro - Rua Amador Bueno, 505. Santo Amaro São Paulo, 04752-005 - 5541-4000
20h - Sarau da Cooperifa 11 anos de História
21h - Show de Thulla Melo

04/11 - DOMINGO– às 16h
Ceu Cantos Do Amanhecer – Av. Cantos do Amanhecer, s/n. Jd. Eledy Campo Limpo – 3397-9732
Sala PIA
16h – Debate: Onde a Poesia guarda o Feminino
Com: Maria Vilani Gomes (mãe do Criolo e autora do livro de poesia VARAL); Elisa Lucinda (poeta, escritora, atriz e cantora); Georgette Maloupas (Organizadora do Livro PERIFEMINAS).
Mediadora: Jessica Balbino (escritora e jornalista)

18h – Show Grupo as 4 Vozes


05/11 – SEGUNDA - às 18h
Ceu Campo Limpo – Av. Carlos Lacerda, 678. Pirajussara – 5843-4841
Sala Multiuso
18h – Debate: Correria Cultural e Articulação na Quebrada
Com: Thiago Vinicius Paula (Agência Solano Trindade); Fernando (Sarau Vila Fundão); Euller Alves (Grupo Umojá).
Mediador: Binho (Sarau do Binho)

20h – Dança – Balé AfroKoteban.


06/11 – TERÇA - às 08H
Escola Ana Silveira Pedreira – Rua José Manoel Camisa Nova, 550.
Pátio
08h – Documentário: “Reis das Ruas”
10h – Filme: “5x Favela - agora por nós mesmos”


06/11 – TERÇA
Ceu Campo Limpo – Av. Carlos Lacerda, 678. – Pirajussara – 5843-4841
16h – Apresentação Balé Capão Cidadão


06/11 – TERÇA - às 20h
Ceu Casa Blanca – Rua João Damasceno, 85. Vila das Belezas – 5519-5214
20h – Monólogo: “A Cena”, de Fernanda Sanches


07/11 - QUARTA– às 09:30h
Escola Clarice Lispector – Rua Miguel Maluhy, 159. Jd Guarujá – 5514-1864
09:30h – Teatro: “O Boneco de Marcinho”, do Grupo Extremos Atos

07/11 - QUARTA– às 18H – SARAU DA COOPERIFA – ANIVERSÁRIO DE 11 ANOS
Bar do Zé Batidão – Rua Bartolomeu dos Santos, 797. Jd. Guarujá
18h
Com: Mia Couto, Sérgio Vaz, Marcelino Freire

20:30h – Sarau da Cooperifa

08/11 - QUINTA– às 17:30H
Escola EE Gil Vicente – Rua Antonio Elias Schoueri, 240. Pq do Lago – Jd Angela
17:30h – Documentário: “Reis das Ruas”.
19:30h – Documentário “Marighella”.


08/11 – QUINTA – 10:30H
Ceu Capão Redondo – Rua Daniel Gran, s/n. Jd. Modelo – 5873-8067
10:30h – Teatro:  “O Boneco de Marcinho”.

09/11 – SEXTA - às 08H
Escola Oliveira Viana – Rua Professor Barroso do Amaral, 694. Jd. Angela
Pátio
08h – Documentário: “Reis das Ruas”.
14h – Documentário: “Marighella”.


09/11 – SEXTA - às 18h
Ceu Cantos Do Amanhecer – Av. Cantos do Amanhecer, s/n Jd. Eledy Campo Limpo – 3397-9732
Sala PIA
18h – Debate: “Grafitti e Comunicação - O Poder da Imagem”
Com: Mauro Neri (Coletivo Imagem); Michel Onguer (Grafiteiro); Satu (Grafiteiro e participante do Grupo Artcomic´s).
19h – Música: Cientistas MC’s
20h – Música: Originais do Gueto


10/11 – SÁBADO - das 10h às 17h
Escola Mauro Faccio Gonçalves Zacarias – Av. Raquel Alves Moreira, 823. Jd. Guarujá - 5514-3131
“O Dia é das Crianças”
Recreação, Distribuição de Livros, alimentação.

Exposição: “Papillons en fleur” (Borboletas em flor), por Jair Guilherme.

Exposição: “Metal Morfose”, por Cazulo.


11/11 – DOMINGO – ENCERRAMENTO DA 5ª MOSTRA CULTURAL
CASA DE CULTURA M´BOI MIRIM – Av. Inácio Dias da Silva, s/n Piraporinha

16:30h – Música: PH Bone

17h – Música: Mc Leonardo e Mc Jr.

18h – Música: Poesia Samba Soul

19h – Música: KLJay

20h – Música: Grupo Versão Popular

21h – Música: Emicida

Para entrevistas e mais informações:
Marina Vergueiro
11 98121-6112


-- 



-- 
Sergio Vaz
 

domingo, outubro 28, 2012

Linha na Agulha – Agulhas diferentes dão Linha à Cultura Black...


Nem só de Samba, Jongo, Funk e Black Music vive Madureira...

Hoje, este majestoso bairro da zona norte carioca, centralizador de um comércio capaz de atrair clientes de todas as classes sociais, advindos de todas as regiões do estado e acolher os principais elementos que formam a cultura popular carioca proveniente dos morros e favelas do subúrbio, também demonstra sua forte influência sobre a moda, e uma grande prova dessa notabilidade é a grife “D’Negro”,  presente no cenário underground desde 2006...

Localizada na Rua Clara Nunes, a D’Negro recebe as bênçãos desde o seu endereço até o seu vizinho de calçada, a quadra do GRES Portela, uma das mais tradicionais escolas de samba do Rio e berço dos históricos bailes de Charme ministrados pelo ilustre DJ Corello nos anos 80 e 90.

E como forma de inovação dentro do conceito que une as gerações por meio da Música que move o comportamento e consequentemente o modo de vestir de determinada tribo, a D’Negro, orgulhosamente apresenta “Linha na Agulha”, um encontro que unirá os principais formadores de opinião das grifes do Movimento Carioca – como é o caso de “Kel Pastore”, proprietária da “Xarpi”, que estará lançando sua linha de bonés –, aos principais DJs e MCs do nosso Hip-Hop e do Movimento Black Rio.

Nesse ínterim, os DJs Julio Rodrigues (Luau Black), Fish (Soul+Samba), JL (D’Negro), Claysoul (SoulBalanço/ Zulu Nation-RJ), Marcelinho MG e LP (ambos do Fúria Hip-Hop), Saci (Eletrobase), Bonecko (Do Lado De Cá), DJ Dee (Crewolada) e Sir Dema (Clube do Soul) são alguns dos nomes confirmados para este importante evento... Microfone também aberto para os Mestres do Microfone (MCs)!


E você, o que está esperando para fazer parte desta festa que alinhavará uma nova linguagem para o mercado alternativo...?!


A gente se vê por lá!

Paz e Respeito à D’Negro! Paz e Respeito a todos!

DJ “Zulu” TR.

sábado, outubro 27, 2012

Fela Day: com King Nino Brown... É HOJE DIADEMA!!!


Zulu Portugal manda notícias...




REPPRODUTORA incentiva Novos Talentos no Rio...


Arte Urbana - Com as bênçãos da Zulu Rio...


O Projeto ARTE URBANA, após a edição do Krump Session, vem com sua edição agora através do BATTLE ARENA, onde iremos promover a integração das linguagens da Dança Urbana. Teremos entre elas, batalhas dos estilos HIP HOP, KRUMP e POPPING, seguido
s de uma JAM session com os hits mais badalados das pistas... 
Inicio do evento 14:00h dia 3 de Novembro 2012

• PRÉ- SELETIVAS (Por estilo)- Inicio às 14h
• Batalhas (Hip Hop,Popping,Krump)
• Jam Session - das 20h as 22h

envie sua confirmação para as batalhas para o email:

mayckonphylosophy@hotmail.com

Premiação e trofeú para 1º e 2º lugar de cada modalidade

MC: JP BLACK(Texugada total e muito mais)

Não fique de fora inteiramente gratuito

Local: SESC ENGENHO DE DENTRO -Av. Amaro Cavalcanti, 1661 – Eng. de Dentro

quinta-feira, outubro 25, 2012

Por que a mulher negra é vista como objeto sexual?

Fonte: Afrokut

Quando você pensa em uma mulher negra, qual é a imagem que surge na sua mente? Muitas pessoas responderiam que é a mulata do carnaval, com pernão, bundão, peitão e seminua. Outras pessoas diriam que são as empregadas domésticas das novelas. Pode até ter um grupo que contaria que consegue lembrar de mulheres lindas, modelos, atrizes ou anônimas, que têm um estilo e uma beleza única.

Russell Means morre aos 72 anos...

Fonte: http://oglobo.globo.com

"Russell Means" foi um dos principais ativistas do movimento indígena nos EUA...

SIOUX FALLS (EUA) — Russell Means, ativista do movimento indígena nos EUA que liderou a revolta de Wounded Knee, em 1973, e atuou em alguns filmes de Hollywood, morreu nesta segunda-feira, aos 72 anos. Means morreu em seu rancho em Porcupine, Dakota do Sul, segundo a porta-voz da tribo Oglala Sioux.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/cultura/ator-indigena-de-ultimo-dos-moicanos-morre-aos-72-anos-6479190#ixzz2ALr2LVFD 


domingo, outubro 21, 2012

One Way to God – Zulu Nation Brasil apoia o evento em São Luís palestrando sobre o 5º Elemento...


“Acreditamos em um Deus Único, não em vários deuses pagãos como Deus Sol, Vento, Fogo, Terra, Água, Gelo, ou centenas de outros deuses. Acreditamos em um Deus único chamado por vários nomes: Allah, Jehovah, Yahweh, Elohim, JAH, Deus, God, O Altíssimo, O Criador, e o Supremo Uno. Nós somos Amazulu (O Povo do Céu), reconhecemos que há milhares de diferentes povos no planeta chamado Terra que chama o Supremo Uno por vários nomes. Nós os Zulus, reconhecemos que todos somos iguais perante a Deus (A Força Suprema). Nós os Zulus, não matamos e não vamos à guerra contra outros seres humanos com o propósito de invocar o nome da Força Suprema. Milhares de seres humanos imbecis já mataram, roubaram, assaltaram, conquistaram, destruíram, e dizimaram outros seres humanos, tudo em nome de Deus, ou religião. Todos que proclamavam ter a verdade, mas na real verdade, eles mataram todos os tolos em nome de Satanás, aquele que veio após Deus. Lutar pela religião ou pelo verdadeiro nome de Deus, na verdade você está lutando pelo nome do Demônio (Satanás). Nós somos Zulus, acreditamos que Deus um dia ira voltar e será visto pelos olhos do Ser Humano e levará para longe todos os problemas que os seres humanos trouxeram para este planeta chamado Terra...”.

(trecho do artigo 1º dos 15 Mandamentos da Universal Zulu Nation).

Firmando agora seu caráter itinerante como um instrumento de apoio ao jovem sem perspectivas, utilizando o Hip-Hop como principal linguagem de conscientização sobre o que vem a ser a importância de Deus na vida do ser humano, o “One Way to God”, evento idealizado pelo Krumper carioca “Jean Pierry”, durante os dias 12, 13 e 14 de outubro proporcionou aos jovens de São Luís, no Maranhão, um encontro com o Conhecimento, tanto eclesiástico, quanto cultural-urbano em prol da sua formação cidadã... 
Para tal, Pierry contou com a disponibilidade dos artistas cariocas “Cety Soledade” (pastor da Igreja Pingo D’água, grafiteiro e membro do projeto A História Que Eu Conto), “Islain Rúbia” (Krumper indicada pelo Zulu Mayckon – ZN RJ), “MC Loco” (educador social e vice-coordenador do Projeto Lutando por Vidas), “DJ Dee” (DJ e criador da multimarca Crewolada), além dos zulus cariocas “DJ TR” (escritor, pesquisador e coordenador da Zulu Nation RJ) e “Híbrido DC” (pastor e membro da Zulu Nation RJ) e “Ninja” (representante da Zulu Nation Belém).
Alunos e toda a Equipe do One Way to God...

Foram 3 dias de ministração sobre a Palavra de Deus e o Hip-Hop, fundindo ambos os temas em uma programação ousada e inédita, onde pastores locais convidados “Bruno” (Quadrangular do Monte Castelo) e “Meirinha” (Quadrangular de Vila Flamengo) aprovaram nossa estratégia de conscientização em favor da qualidade de vida dos jovens pobres da região.
Pastor "Zulu Híbrido" abençoando a vida do "Pastor Bruno"...

Infelizmente, Pierry, por ser também suboficial da Marinha Mercante do Brasil, não conseguiu trocar seu plantão para estar junto à equipe selecionada por ele próprio, mesmo assim, todo o evento decorreu de forma positiva e todos os envolvidos procuraram fazer por merecer seu esforço junto a este tão nobre empreendimento.   
Momento de Oração ao Deus Altíssimo ministrado pelo "Pr. Cety"...

As oficinas foram todas muito bem ministradas e o nível de rendimento dos alunos foi acima do esperado!
"MC Loco" ministrando a "Oficina de MC"...

"DJ Dee" ministrando a "Oficina de DJ"...

"Cety Soledade" ministrando a "Oficina de Graffiti"...

"Slain Rúbia" ministrando a "Oficina de Krump"...

A palestra sobre a história do Hip-Hop e a importância da Zulu Nation no contexto histórico, cultural e difusor da Cultura Urbana no Brasil foi de grande proveito também... Muitos jovens apresentaram inúmeras dúvidas acerca do Hip-Hop e da Zulu Nation, assim pudemos esclarecer em detalhes toda a história original do Movimento pelo qual militamos! 
DJ "Zulu" TR ministrando  palestra sobre a História do Hip-Hop...

Em nome da Zulu Nation Brasil, nós, Zulus “DJ TR”, “Híbrido DC” e  “Ninja” agradecemos acima de tudo ao Todo Poderoso Deus por ter-nos levado e trazido de volta em segurança para nossos lares e por ter-nos dado entendimento o suficiente para levarmos sua Palavra de libertação através do Movimento que nos fez referência para muitos jovens Brasil a fora. Em segundo, o nosso muito obrigado ao nosso querido irmão e anfitrião “Jean Pierry” pela credibilidade junto ao grupo e pela grande acolhida no evento, isto sem falar no nosso grande irmão carioca “DJ NattyDread” (rapper, grafiteiro, DJ e missionário em terras indígenas de São Luís), que ao lado de Pierry, proporcionou toda a infraestrutura para que o One Way fosse possível! E como esquecer as irmãs “Andyara”, “Laiane” e “Flavia” que seguraram com punhos de ferro toda e estrutura do evento, nada fácil de se administrar...?! Rafael “O Fera”, outro irmão que já está na minha mira e na do irmão Ninja para se tornar um Zulu em São Luís, sob as bênçãos de King Nino Brown...!!! Que Deus os abençoe grandemente e continue dando condições para que vocês levem a diante um pouco do que semeamos em seus corações...
Da esquerda para a direita: MC Loco, Zulu Ninja, DJ TR, Cety, DJ Dee e Zulu Híbrido...


Paz e Respeito a todos vocês!



DJ “Zulu” TR.   






quinta-feira, outubro 18, 2012

A Bahia manda notícias: NEGRITUDE: DO ESPELHO QUEBRADO À IDENTIDADE AUTÊNTICA...



Jorge Conceição, um amigo e irmão há mais de trinta anos, com o qual aprendi a admirar pela capacidade crítica e vivencial de trazer novas conceituações sobre o corpo do africano nas Américas e na própria África, lança o seu novo livro NEGRITUDE: DO ESPELHO QUEBRADO À IDENTIDADE AUTENTICA...
Leia todo o artigo no Blogger do BAYAH:

quarta-feira, outubro 17, 2012

Flavor Flav é preso em Las Vegas após ameaçar adolescente com uma faca...

Fonte: OGlobo.com


RIO - O rapper Flavor Flav, do grupo Public Enemy, foi preso nesta quarta-feira, em Las Vegas, por supostamente ter ameaçado um adolescente com uma faca, informa o site "TMZ". De acordo com autoridades policiais, o jovem é filho da noiva do cantor.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/cultura/rapper-flavor-flav-preso-em-las-vegas-apos-ameacar-adolescente-com-uma-faca-6431680#ixzz29bZvltYl 

domingo, outubro 07, 2012

One Way to God – O Hip-Hop a serviço de Deus em São Luís...

Percebendo temas da atualidade como “Evasão Escolar”, “Bullying”, “Envolvimento do Jovem no Tráfico de Drogas” e a “Depreciação da Imagem Feminina”, o evento One Way to God – Hip-Hop como ferramenta de Evangelismo”, vem em sua segunda edição, desta vez em São Luis do Maranhão, nos dias 12, 13 e 14 de outubro, firmando agora seu caráter itinerante como um instrumento de apoio ao jovem sem perspectivas, utilizando o Hip-Hop como principal linguagem de conscientização do que vem a ser a importância de Deus na vida do ser humano.  
“Este não será um evento da igreja tal ou da igreja tal... Será um evento para compreendermos o próprio Hip-Hop e como ele se organiza originalmente através do entendimento principal sobre o que vem a ser DEUS em nossas vidas. Pra isso, estamos firmando uma parceria com a Zulu Nation RJ para trazermos a São Luís um pouco mais de Conhecimento sobre este assunto e se possível, plantarmos uma boa semente nos corações dos indecisos e leigos, além de oferecer um bom auxílio ao Movimento local”, define o Krumper carioca “Jean Pierry”idealizador do evento, que ao lado de outro carioca radicado no estado, “Carlinhos Nattydread” trarão um time de hip-hoppers cariocas e mais dois representantes distintos, um do Movimento Manauara e outro de Brasília para somar forças com o Hip-Hop Maranhense:

DJ-MC Fino

DJ Dee
·                    DJ (workshop) – DJ FINO” (AM) e “DJ DEE” (RJ), estados diferentes, gerações diferentes mostrando a Nova e a Velha Escola e suas mudanças ao longo do tempo...;

B. boy Nino 

Pierry
·                    Breack (workshop de danças urbanas) – “PIERRY” (RJ) e “B-BOY NINO” (DF), estilos diferentes de Danças Urbanas unidas pelo mesmo propósito;

Zulu Híbrido DC


MC Locomotiva
·                    MC-Rapper“HIBRIDO DC” e “MC LOCO-MOTIVA”, de um lado a rima composta de um Rapper e de outro a improvisação de um MC, estilos distintos demonstram suas peculiaridades; 

 Cety Soledade
·                    Cety Soledade – Representante da ONG carioca “A História que Eu Conto”, este artista urbano exibira seu trabalho e trabalhará com o público presente uma perspectiva diferente da arte de pintar;

DJ "Zulu" TR
·                    Conhecimento – O 5º e principal elemento do Hip-Hop abordado em palestra por “DJ TR”, autor do livro “Acorda Hip-Hop!” e coordenador da Zulu Nation Rio de Janeiro. 

Além de toda a programação envolvendo os elementos da Cultura Hip-Hop, haverá um espaço reservado para a apresentação do livro Acorda Hip-Hop!, de DJ TR, lançado em 2007. O livro aborda com clareza a História do Movimento, desde o seu nascimento no bairro do Bronx e como foi sua aceitação no Brasil, tudo isso regado com depoimentos e opiniões marcantes de personalidades como “Mano Brown”, “Gabriel O Pensador”, “Big Richard”, “Nino Brown”, entre outros...

Tratar do Hip-Hop como ele realmente é e com as bênçãos de Deus, tem coisa melhor...?!
Aguarde, pois a qualquer momento a sua cidade poderá ser a próxima...

Paz e Respeito!

DJ “Zulu” TR.
Saiba mais:

One Way to God – Hip-Hop como Ferramenta de Evangelismo
Dias 12, 13 e 14 de outubro
Início: 07h00
Trav. São Pedro 3, 04 – Parque das Palmeiras (Itapiracó)     
Informações: (98) 8120-0366, 8882-8553, 8181-0581 ou 8260-7450  http://nattydposse.wix.com/onewaytogodrj#!home/mainPage







sexta-feira, outubro 05, 2012

Mano Brown faz discurso contra Serra em show...

Fonte: Yahoo Notícias.


O rapper Mano Brown, vocalista do grupo Racionais Mc’s, pediu, durante um show na capital paulista, para as pessoas não votarem no candidato José Serra (PSDB) nas eleições municipais. Brown, morador do Capão Redondo, na zona sul, fez um discurso em desagravo a Serra, ao prefeito Gilberto Kassab (PSD) e ao governador Gerlado Alckmin (PSDB)...

terça-feira, outubro 02, 2012

Zulu Evandro tomará posse como Acadêmico Correspondente da Academia Galega da Língua Portuguesa...


Gente tão querida que fortalece o NETCCON, e com a qual eu tanto aprendo,

compartilho que tomarei posse no próximo dia 5, em Ourense, Galiza, como Acadêmico Correspondente da Academia Galega da Língua Portuguesa. 

Seremos oito os Acadêmicos Correspondentes. Do Brasil o Professor Evanildo Bechara e eu; e, dentre os colegas de Portugal, Adriano José Alves Moreira, presidente da Academia das Ciências de Lisboa; Chrys Chrystello, presidente da Associação Internacional dos Colóquios da Lusofonia; Carlos António Alves dos Reis, ex-reitor da Universidade Aberta; Eugênio Anacoreta Correia, presidente do Observatório da Língua Portuguesa; e José Luís Fontenla Rodrigues, presidente das Irmandades da Fala da Galiza e Portugal, que tomará posse como Acadêmico de Honra.

Como se sabe, a língua portuguesa não tem origem em Portugal mas na velha Gallaecia, fato de extrema importância estratégica para a Lusofonia e que é psico-politicamente ocultado num dos casos mais extremos de substituição linguístico-cultural do mundo, vale dizer de desrespeito sistemático ao vigor da Comunicação em sua face Intercultural, só possível através da superação do epistemocídio.

Preparei dois artigos para esta ocasião:


1. Psicopolítica e Emancipação Intercultural: a questão Galiza, Brasil e Lusofonia
    que será publicado no Vol. 5 do Boletim da Academia Galega da Língua Portuguesa.

RESUMO
O autor trata da perspectiva psico-política como a melhor convergência para a ação emancipatória e examina a questão estratégica que envolve Galiza, Brasil e Lusofonia: Argumenta que o desafio da Galiza é um complexo e sistêmico efeito do estado mental crescimento ilimitado, e é portanto conexo ao desafio do Brasil e da Lusofonia; e também do mundo. Mostra como este estado mental é construído com operações psicológicas para gerar efeitos políticos (como fazem a dupla pan-óptica da concentração de mídia aliada à da vigilância digital, fortalecida pela neurociência para fins políticos e mercadológicos e alavancada pela guerra psicológica) e incluem para isto a cartilha do sujeito do auto-controle e dos balanços anuais. O artigo trata, então, de como fazer a apropriação emancipatória desta cartilha, que, liberta do ataque epistem-ocida inserido no primeiro de seus cincos treinamentos, permite que Galiza, Brasil e Lusofonia (reintegrados) dêem exemplo ao mundo de como emancipar a comunicação intercultural, cujo desafio sistêmico é o da capacidade não-dualista de sustentar a unidade na diversidade.
 
2. Desinsulação de Culturas: o caso dos conceitos Juventude e Riqueza nas tradições lusófona e ibero-americana
    tema de minha fala no XVIII Colóquio da Lusofonia, em cuja abertura se dará a referida posse.

RESUMO
O autor traz três idéias-chaves e as articula sob a perspectiva psico-política da comunicação e da cultura: (1)insulação, entendida como a operação psico-política (operações psicológicas para efeitos políticos) do epistemocídio; (2) juventude, entendida como o mito do herói do crescimento ilimitado; e (3) riqueza, entendida como o conjunto de bens e serviços para o qual está comprovado não existirem recursos naturais suficientes para produzi-la para todos. É assim que o artigo trata de como o sujeito do auto-controle e dos balanços anuais insula culturas organizadas pela dádiva, para as quais a Natureza é viva, e de que porque desinsular é operação epistêmica, fundada na generosidade. 


Com amor, e a alegria da gratidão, e.
Zulu Nation Rio.


Prof. Dr. Evandro Vieira Ouriques
Coordenador, NETCCON.ECO.UFRJ
Núcleo de Estudos Transdisciplinares 
de Comunicação e Consciência
Supervisor de Pesquisas de Pós-Doutorado, PACC.FCC.UFRJ
Programa Avançado de Cultura Contemporânea
Vice-Coordenador do GT Comunicación y Estudios Socioculturales, ALAIC                                                
Asociación Latinoamericana de Investigadores de la Comunicación                                  
@EvandroOuriques
skype: evandrovieiraouriques