terça-feira, março 13, 2012

O Rio revelará seus escritores urbanos na 1ª Mostra de Literária Periférica...


Nem só de Funk, Carnaval e Futebol vive a Cultura Periférica Carioca... De tempos em tempos, as favelas do Rio de Janeiro revelam seus prodígios nas mais diversas áreas da sociedade e quando as impossibilidades históricas sutilmente demonstram que não existe forma de vida inteligente nessas localidades, a ousadia destes muitos remanescentes declara resistência ao pensamento retrogrado de uma sociedade que, pouco a pouco se vê rendida diante dos dons divinos de nossos artistas. Deste modo, a Literatura, matéria antes considerada intocável pelo Povão e de total privilégio do meio acadêmico, hoje eclode pelos becos e vielas das comunidades pobres de todo o Brasil, sendo batizada de “Literatura Marginal”!

Sérgio Vaz, Ferréz, Alessandro Buzo, Toni C. e Sacolinha são alguns dos grandes nomes que compõem o que podemos chamar de Academia de Letras Periférica de São Paulo, creditada como a pioneira no gênero.

Pegando rapidamente a ponte aérea, retornando ao Rio e aterrissando no bairro da Lapa, centro da cidade, neste sábado, dia 17 de março, às 13h, nosso estado provará que também faz parte do circuito de Pensadores Periféricos com a 1ª Mostra de Literária Periférica”. E nesta primeira edição, serão lançados os livros Acorda Hip-Hop!”, de minha autoria (DJ TR-RJ); Pelas Periferias do Brasil e Poetas do Sarau Urbano!”, do Zulu Oliveira – SP, membro da Zulu Nation – SP e Da Favela para as Favelas”, do rapper e empreendedor cultural Fiell.

A livraria Kitabu, incentivadora número 1 dos escritores urbanos, é a anfitriã do evento e abrirá suas portas não apenas para o lançamento de livros, mas para uma rica discussão acerca do Elemento mais importante do Hip-Hop, o Conhecimento, também identificado como o “5º Elemento”. A “DJ Tamy” e grafiteira “Una” darão um toque especial à programação através de suas intervenções artísticas em a um bate-papo informal desenvolvido entre os autores e o público presente.  A idéia de se organizar um acontecimento desse quilate partiu da rapper carioca Edd Wheeler” e a paulistana Néia Oliveira”, Diretora Executiva do NHHB – Nação Hip-Hop Brasil, que buscaram uma forma de trabalhar com o entendimento das pessoas sobre o que vem a ser essencialmente Movimento Cultural Hip-Hop, colocando por terra o pensamento midiático forjado pela indústria, que se aproveita do estado de consciência da juventude para criar uma realidade paralela à verdadeira para ganhar dinheiro...

Te vejo lá!!!
Paz e Respeito!
DJ TR.           
Saiba mais:
1ª Mostra de Literária Periférica
Dia 17/03, 13h
Livraria Kitabu – Rua Joaquim Silva, 17 – Lapa (RJ)
Informações: (21) 2252-0533